02 novembro 2016

So Good, See you again!



Que saudade!

Depois de quase um ano resolvi voltar. Muitas coisas aconteceram... E eu realmente precisei focar em algumas prioridades e isso me fez parar um pouco e priorizar.

Eu andava até lendo livros de auto-ajuda e sobre métodos de organização..rsrs Um deles da Thais Godinho super recomendo e Bolsa Brindada da Patrícia Lages da qual já sou fã.
E sobre psicologia também. Neste tema eu fui pra alguns artigos na internet, nada específico, mas eu fucei sites sobre TDAH e imperatividade, comprei um livro da Ludmilla Weber... enfim... já deu pra entender mais ou menos o que a super mãe aqui teve que encarar. rsrs

Abrir meu blog denovo e ver que ele continua bonitinho, organizadinho... rsrs Me deu vontade de postar novamente e compartilhar com as mamães minhas experiências no desenvolvimento do meu pequeno. Cada angústia e crises que passamos juntos neste último ano não foram moleza e como eu tive que lhe dar com isso sem dinheiro e sem muitos recursos, talvez possa ajudar você. Que assim como eu corre nas páginas das redes sociais em busca de uma resposta, de uma dica, de um como fazer, como ser e se pergunta como será que outras mães tem feito?

Creio que toda mãe passa por isso um dia. Ainda mais neste mundo louco em que vivemos e para o qual trouxemos nossos filhos. Isso tudo nos traz ainda mais responsabilidades e comprometimento com a educação deles.

Vou começar do início..hehehe. 
O infantil II onde ele começou, não foi fácil, com a ajuda da professora Luciana (pessoa maravilhosa, que ensinou meu pequeno sua primeira oração) com ela ele foi descobrindo o amor pelo desenho....rsrs Ela me entendia tanto, chorávamos juntas em cada reunião de entrega das atividades, quando ela dizia: " Mãezinha estou preocupada com o Lucas", meu coração apertava e meus olhos já marejavam. Ela e os psicólogos da escola me alertavam, pediam pra que eu procurasse ajuda, um acompanhamento. Mas, eu não via o Por quê, não queria entender, achava um exagero. Afinal, eram tantas mudanças pro meu pequeno, novos coleguinhas, ter que dividir (ele é filho único), rotina, ter que iniciar urgente o processo de tirar a fralda e ter a mamãe e o papai trabalhando muito, tanta ausência. No final do ano eu entendi que estavam certos, pois Lucas chorava nas festinhas, não queria cantar, tinha medo de barulho, resistia fortemente as regras. Chorava na aula e batia nos coleguinhas sem parar.

Ficar no telefone procurando psicólogos era normal. Neuropediatra impossível.... aqui na minha cidade é muito escasso. Início de um tratamento estava distante, complicado, eu precisava gastar, todos mandavam e gritavam me pedindo uma resposta. A auxiliar da coordenação que não vou citar nomes, me dava conselhos e falava até de sua própria experiência. Ela me contou que largou sua profissão, por coincidência era a mesma que a minha, para cuidar do seu filho. Eu não achava que isso era necessário, eu não sou igual a ela. Eu me sentia a pior mãe do mundo...e foi assim muita cobrança e nervoso. Eu não sabia mais lhe dar com a situação.

E foi assim que minha saga começou....Neste mesmo ano eu levei Lucas a fonoaudiólogos e a psicólogos, até razoáveis, mas horrível era o atendimento da clínica. Tive muitos problemas, pois não tinham comprometimento e os profissionais apesar de bons, não duravam neste local. Eles saiam e não podiam continuar o atendimento.

O ano terminou com uma "?" beeem grande. Uma pendência junto a escola, devendo uma explicação e uma bendita declaração que me cobravam. Eles queria uma coisa " acompanhamento".... e na minha cabeça "Meu filho está abandonado?"

Então, fiz um pequeno resumo da saga desta mãe aqui no primeiro ano de escola.... Apesar das lutas eu nunca desisti de fazer o possível pra ver meu filho bem e sei que é isso que dá forças pra cada uma de nós seguir, este AMOR imenso e inexplicável que Deus nos deu para darmos a eles.

Abs e até próximo post.

13 dezembro 2015

A tendência de preocupar-se...


google

"E quanto ao que haveis de vestir, porque andais solícitos? " Mt.  6:28 e 29.

Somos mais importantes para Deus que os lírios do campo, porém a bíblia explica neste mesmo capitulo de Mateus que nem Salomão em toda sua glória se vestiu como eles.

Então, somos repreendidos:


Não andeis, pois, inquietos, dizendo: Que comeremos, ou que beberemos, ou com que nos vestiremos?


Eu escolhi esse tema hoje porque nossos dias são difíceis e estamos sempre sendo tentados a nos preocupar com as coisas e acabamos por deixar de lado a fé. E no momento em que mais precisamos exercê-la, acima de tudo.  Pois a fé sobrenatural nada mais é do que a voz do próprio Espírito Santo dentro de nós. É  a confiança que nos faz diferentes das demais pessoas e atrai Deus para si. 

Vale a pena relembrar este versículo: "... Não vos inquieteis, pois pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. " ( Mateus 6.34). 

Vencer todos os dias a tendência de preocupar-se é vencer tudo o que vem através dessa atitude, ou seja, as dúvidas, medos, ansiedades! Só a fé nos faz capazes de viver cada dia como único. Aprendendo com o passado nos preparamos para um futuro melhor, porque temos a convicção de que Deus está preparando o caminho, escrevendo nossa história. Vença, confie...acredite, pratique! Escolha esse caminho, pois é questão de escolha. Ser forte, fiel, vencer a si mesmo é questão de decisão.

Abs...

26 outubro 2015

Eu vou cuidar de mim mesma...Vamos?



Eu estou acompanhando o blog da Dna Viviane Freitas...que tem sido muito importante nesta fase da minha vida. Sempre sinto como se ela estivesse falando comigo! Eu sou assim mesmo, sou cheia de defeitos... e sinto necessidade diária de perseguir os meus problemas. Eu vou lutar contra as ansiedades, contra minha maneira de lidar com os problemas físicos e sentimentais... Divido com você essa mensagem, porque assim como eu você pode estar precisando ouvir esses conselhos abençoadoss....

Vamos amiga, nesta fé.... e cada dia seremos melhores.

Na fé!!!!!

17 outubro 2015

A Meta



Meta é algo simples de entender.... significa objetivo, alvo, lugar onde se quer chegar....(não tirei de nenhum dicionário, porque é simples conceituar meta). Todos nós temos metas, estamos sempre definindo-as no trabalho, na vida pessoal, para nossa saúde e bem estar em geral, para carreira profissional, temos metas de curto e longo prazo. Estamos sempre focados em seu alcance, as vezes desviamos, mas sabemos que sem a disciplina e o foco não chegaremos ao objetivo final ou chegaremos, mas tardiamente.

Porque estou falando disso, porque eu descobri ao longo da minha vida e experiências que não importa quantas metas e planos eu estabeleça sem a meta da vida espiritual nunca chegarei a lugar algum. Porque esta é a meta principal; o Espírito Santo, a salvação da alma, a vida com Deus. Eu aprendi que Deus não é um ser que está lá em cima nos olhando e só precisa ser contactado nos momentos difíceis...não! Ele quer ser seu "marido". Você precisa de um casamento com Ele. E isso só é possível através de uma experiência com o seu Espírito. Ahhhh, e tem mais.... Muitas vezes dizemos: "Mas, eu tenho um relacionamento com Deus", Oro todos os dias. Leio a bíblia. Mas, ainda assim não entendo porque eu sofro tanto. Porque tudo dá errado na minha vida....e porque eu passo tantas "provações". Resposta: Porque não estamos buscando a Deus (eu me incluo, porque todos os dias procuro ter isso em mente e nunca esquecer) de maneira INTELIGENTE, essa é a palavra chave. As pessoas acham que através de sentimentos chegam a Deus, mas a bíblia fala muito mal do nosso coração, ele é enganoso, é a fonte de todos os males que nos rodeia, ele é a fonte do mal. "...Extramente corrupto, quem o conhecerá!?..." Então, minha amiga ou amigo, seu coração não pode ser usado para falar com Deus, não são seus sentimentos. É a sua fé inteligente. É por isso que Deus disse: "Sem fé impossível me agradar" Essa fé é o canal que nos liga a Deus, essa fé vem do Espírito Santo. Fé é crer mesmo que você não sinta que esta bem, mas você crer! Mesmo que você sinta que ninguém te olha, ninguém te entende, mas vocÊ sabe que tem um Deus ao seu lado e que te ama! As dúvidas e medos virão, mas vocÊ apenas CRÊ e não retrocede. Você é definido na sua fé, não fica pulando de igreja em igreja procurando uma paz, uma palavra que agrade seu coração. Você não está na igreja procurando ombro amigo, abraços e carinhos, você não está na igreja para cantar e ouvir canções. Saiba que as canções mais atrapalham do que ajudam quando o assunto é fé. Existem momentos na sua vida, na sua caminhada da fé...que a única coisa que vai precisar é do Espírito Santo, ter a palavra de Deus ali forte, latente dentro de você...ela é a armadura que você precisa, ela é a arma contra os dardos inflamados do maligno. Se você e eu ...se não nos armarmos para o dia mal.... Ele virá. "Jesus disse: No mundo tereis aflições!" E quando este momento vier, certamente você não vai suportar. Entrarão em ação as dúvidas, os medos, as preocupações, o diabo e todas as suas propostas e você ficará a mercê de tudo isso, batendo um bapo com o diabo em seus pensamentos e deixando a fé ir ficando de lado...você pode não conseguir se levantar e de repente se achar perdido, sem saída! No abismo.... na tristeza. Sem o Espírito Santo e sem a fé. E poderá até mesmo perder sua salvação.

Então, não se comunique com Deus com seu coração, use a mente, use a fé....seja firme. Não procure sentir quando precisamos crer. Fazendo assim você receberá a verdadeira fé, que a luz, que é o entendimento da palavra de Deus, que é o Espírito Santo dentro de você. Você não precisa se preocupar em falar em línguas, em ficar em transe. Você precisa se preocupar sim, em dar os frutos de Jesus e ser sua testemunha aonde for. E não esqueça do foco e disciplina para alcançar todas as suas metas, porém a meta principal é manter o fogo do Espírito Santo e se não tiver busque-O e ele se deixará achar.

Na fé.